26
jan
2015

Sempre que decido organizar algo em casa é porque a situação já está me incomodando há um bom tempo. Imagina o dia corrido de sempre, com uma lista enorme de coisas para resolver e mais uma centena de afazeres surpresa invadindo as entrelinhas da lista, sem pedir licença! Os meus dias são invariavelmente assim, e fica ainda pior quando preciso de algo e não acho. Você olha para o armário desmoronando e pensa: São Longuinho, vem me ajudar vai!!

Vamos imaginar que o Santo protetor dos distraídos está de férias e que só você pode resolver o seu problema. Hoje vou dar dicas e boas ideias para roupeiros. Sei que não é todo mundo que tem um espaço como esse em casa, mas as soluções são dinâmicas e podem ser utilizadas em um armário onde você guarda o mesmo tipo de material que este roupeiro armazena.

As imagens de antes e depois estão juntas, para que você possa ver a diferença e sentir como é bom ter tudo organizado e fácil de usar.

antes-e-depois-roupeiro-01

O primeiro passo é avaliar cada item e decidir o que fica e o que vai embora. Separe em quatro partes:

1- Tudo o que você tem certeza que é útil e está 100% usável.
2- As coisas que são úteis, mas precisam de um reparo ou concerto.
3- Tudo o que está inteiro, mas não tem mais razão de existir na sua casa e pode ser doado.
4- E por fim, as coisas que não têm mais salvação e vão direto para o lixo. Fique atenta para o descarte consciente.

Em uma passada de olhos rápida pelas fotos, dá para notar que o volume de itens diminuiu muito.

– Toalhas e lençóis foram avaliados um a um. Peças manchadas, desbotadas e muito surradas foram retiradas e doadas.
– As que ficaram foram reorganizadas em conjuntos e divididas para cada uso: solteiro, casal e hóspede.
– É legal montar uma lista de itens que estão faltando para completar os conjuntos, definir quantas fronhas, lençóis e as cores necessárias para completá-los. Assim, quando você sair às compras, será muito mais fácil.
-Na hora de decidir a localização das coisas, procurei dar destaque e facilitar o acesso dos itens referentes ao casal, por isso os lençóis e toalhas dos donos da casa estão na prateleira que fica na altura dos olhos. Os demais conjuntos foram separados com a seguinte classificação: filho e esposa, filha, neta e hóspedes. Cada pilha identificada por escrito com uma etiqueta.

Lembre-se, se mais de uma pessoa usa este espaço é preciso deixar tudo muito claro e objetivo para que todos coloquem os objetos sempre no mesmo lugar. As dobras foram feitas de acordo com o espaço disponível.

antes-e-depois-roupeiro-02

Além de conhecer os segredinhos de uma boa organização, também é importante desenvolver sua criatividade.  A foto do antes (acima) ficou meio distorcida, mas dá para ver que as prateleiras não estavam resolvendo o problema. As toalhas de mesa estavam empilhadas e escorregavam cada vez que uma era requisitada. A solução foi retirar uma das prateleiras e instalar um cabideiro, desses de armário. Contei as toalhas e caminhos de mesa e pendurei em cabides. Não amassa, é fácil de tirar e recolocar no lugar. Embaixo, os guardanapos de tecido sem nenhuma dobra. Para protegê-los, você pode colocá-los em uma caixa grande com tampa ou um envelope de TNT com dimensão suficiente.

antes-e-depois-roupeiro-03

A armazenagem de produtos de higiene subiu uma prateleira, facilitando a visualização e o acesso. Utilizar organizadores garante que pastas de dente, sabonetes e outros itens não escorreguem o tempo todo e se misturem.

Na prateleira de baixo ficaram os aparelhos de saúde: massageadores, medidor de pressão e outros, também com fácil acesso e visualização.

antes-e-depois-roupeiro-04

Na penúltima prateleira da esquerda ficaram os materiais pouco usados e que posteriormente serão armazenados em um container. Isso não foi feito ainda devido a dificuldade em achar um com a dimensão certa mas, de qualquer maneira, foi organizado de forma que se o container nunca existir, tudo continuará no lugar.

As malas, em número maior que o espaço disponível, foram selecionadas e retiradas as que estavam com defeito ou muito usadas, e mantidas apenas as realmente úteis. A maior e mais flexível serviu para guardar as demais menores e dobráveis, tipo mochilas e ficou no fundo da prateleira por ser pouco usada. As três malas da frente precisam apenas ser puxadas para pegar a estrada, e não armazenam nada enquanto guardadas, pois são mesmo muito requisitadas.

O aspirador já estava bem solucionado, suas peças ficam dentro de uma caixa ao lado do aparelho. Quanto aos bonés, o primeiro debaixo tem um enchimento para molda-lo e os demais foram sendo encaixados até montar a pilha.

Depois de organizado, alguns poucos segundos são o suficiente para achar qualquer coisa que se precise neste roupeiro.

Organizar é ou não é uma solução para a constante falta de tempo? Use o seu com que realmente vale a pena e não cavoucando pilhas de coisas bagunçadas!

Como você organiza suas roupas de cama e toalhas de banho? Conte o que deu certo!

As dicas de hoje foram pontuais, baseadas em uma situação real. Espero que tenha sido útil para você também.
Grande beijo e até mais!

Autor
Escrito por

Assuntos Relacionados

Eu adoroooo abrir as portas do meu armário e encontrar tudo rapidinho....

Falando um pouquinho da minha história de vida, das minhas idas e vindas por esse mundão afora, morando em lugares diferentes, conhecendo...

Tudo o que a gente mais quer, quando o novo ano entra,...

Amanhã é dia de Reis, segundo a igreja católica é o dia...

Newsletter

Inscreva-se e receba as postagens no seu e-mail.


Importante: Eu não envio spam!