27
dez
2014

mosaico-bem-feito-01

imagem: mosaico.bizantino

Sempre gostei de trabalhos manuais e artesanato. Ficar no meu cantinho fazendo “arte” é quase uma meditação. Hoje resolvi dividir com vocês meu conhecimento sobre mosaicos, um namoro que começou como passa tempo e rendeu frutos: trabalhos sob encomenda e aulas. Já não tenho muito tempo para me divertir com isso, mas ainda curto muito!!

mosaico-bem-feito-02

mosaico-bem-feito-03

mosaico-bem-feito-04

mosaico-bem-feito-05

Na postagem de hoje, tentarei ser o mais clara possível e descrever tudo da melhor maneira. E, para ilustrar, as quatro montagens acima são de trabalhos produzidos ao longo do tempo. Para variar, as fotos não ficaram lá essas coisas, mas achei um pecado não postá-las. Elas devem ter uns 10 anos, dá pra perdoar, né?!
Para começar, uma pinceladinha rápida sobre a história e origem…

historia-mosaico-01

imagem: aturistaacidental

“A palavra “mosaico” tem origem na palavra alemã mouseen, a mesma que deu origem à palavra “música”, que significa “próprio das musas”. É uma forma de arte decorativa que nos remete à época greco-romana (clique aqui para saber mais), quando teve seu apogeu. Na sua elaboração foram utilizados diversos tipos de materiais e teve diferentes aplicações através dos tempos. .” (wikipedia)

tecnica-mosaico-01

imagem: cursodemosaico

“A técnica da arte musiva consiste na colocação de tesselas, que são pequenos fragmentos de pedras, como mármore e granito moldados com tagliolo e martellina, pedras semipreciosas, pastilhas de vidro, seixos e outros materiais, sobre qualquer superfície. Nos dias de hoje, o mosaico ressurgiu, despertando grande interesse e sendo cada vez mais utilizado, artisticamente, na decoração de ambientes interiores e exteriores.” (wikipedia)

mosaico-colorido-02

imagem: anavaz

O que você precisa para começar…

Ferramentas:

mosaico-09

01- Uma boa torquês ajuda a produzir fragmentos de forma manual, principalmente peças que precisam ser pequenas e de formato especifico.

02- Luvas, segurança necessária se o material for pastilha de vidro’. Elas estilhaçam e podem fazer um belo estrago nas suas mãos e pés, principalmente se você tem o habito de andar descalça como a pessoa que vos fala!!!

03- Óculos de proteção também são importantes para proteger os olhos, esses estilhaços são como aquelas unhas “durangas” voadoras, só que mais perigosas!

mosaico-10

04- O cortador de azulejos também é ferramenta útil, pois produz peças uniformes em formatos e medidas. É meio grandalhão e desajeitado e de tempos em tempos precisa ter sua agulha de vídia trocada, pois desgasta com o uso. O meu cortador já foi cortar pedaços em outro canto, não tinha mais onde guardar e prefiro mesmo me divertir com as peças assimétricas.

mosaico-pinca-01

05- Uma pinça facilita na hora de pegar os pedaços menores e encaixá-las no desenho. Para mim, é uma extensão necessária das mãos. Percebi que com o tempo o pó dos materiais vai ressecando a pele até rachar. Meninas… creminho ao alcance das mãos!

06– Cola branca se a superfície for madeira, vidro ou metal. Argamassa se a área a ser preenchida estiver na parede ou no piso.

07- Rejunte para finalizar o preenchimento dos espaços.

mosaico-espatula-01

08- Espátula para distribuir o rejunte e luvas para proteger suas mãos para o caso de utilizá-las como apoio na hora de alisar o rejunte. Esse material resseca e judia da pele. Óh! O creminho de novo!!!

mosaico-limpeza-01

imagem: orfury

09- Um pano úmido e outro seco para retirar o excesso do rejunte e limpar.

10- O martelo é usado se você for trabalhar com peças assimétricas e azulejos maiores, um pano limpo também ajuda, usando-o para embrulhar a cerâmica na hora de martelar. Mora em apartamento? É melhor arrumar outro lugar para bater o martelo. O barulho incomoda mesmo! Vire a cerâmica com o esmalte voltado para o chão, embrulhado no pano e martele moderadamente por cima dele.

11- Eu gosto de usar um avental para proteger a roupa da lambança que é trabalhar com rejunte…

Atenção: É bom ter um cantinho só seu preparado para isso e sem muita gente por perto, principalmente crianças, pois pode sim machucar alguém e você não vai querer ser a vilã da tragédia do dedo furado!

mosaico-mesa-01

imagem: edicabilia

mosaico-11

Existem dois tipos de mosaico: o direto e o indireto. O mosaico indireto é feito ao contrário e colado em uma superfície de papel que será retirada após a instalação ou produzido do lado correto e colado em uma tela que ficará definitivamente. Aqui, vou falar do mosaico direto, mais utilizado no mundo DIY – Do It Yourself (do inglês faça você mesmo), hoje “tô” importada! Sempre utilizando uma superfície de apoio como madeira, metal, vidro, etc.

Segredinhos…

mosaico-desenho-01

imagem: fazfacil

01- Primeiro crie o desenho e transfira para a superfície escolhida. Você pode usar papel manteiga, riscando no verso como se fosse uma folha de carbono;

mosaico-corte-01

imagem: mosaicoonline

02- Prepare o material escolhido quebrando ou cortando o que achar necessário, nas cores que preferir;

03- Coloque um pouco de cola em uma tampinha de qualquer coisa, onde você possa “molhar” as pedrinhas na hora de colar. Acho bem mais fácil assim do que passar a cola na superfície a ser trabalhada. Com o tempo, você aprende qual a quantidade de cola ideal para cada fragmento;

mosaico-tecela-01

imagem: mundodastribos

04- Comece sempre pelas bordas e repita esse processo a cada desenho a ser preenchido, só depois de contornar todas as linhas por dentro e por fora é que você deve preencher. Assim, o acabamento fica perfeito e com as linhas limites bem definidas.

05- Sempre deixo a cola secar de um dia para outro, assim nenhuma pecinha vai fugir ou escorregar do seu lugar, na hora de espalhar o rejunte.

06– Prepare o rejunte de acordo com as dicas do fabricante. A quantidade sempre vai variar e aos poucos você aprende a não desperdiçar. Quanto ao jeitão da massa, eu faço no “olhômetro”. Não deve ser seco demais para não rachar após a secagem e nem muito aguado. Com cara de mingau dá certo, tenha em mente que cada cerâmica tem sua porcentagem de absorção de umidade, que pode fazer com que a massa seque mais rápido ou não na hora de espalhar e lembre, a pastilha de vidro não absorve nada. Parece complicado, mas é só a primeira impressão, depois que você trabalhar algumas vezes com materiais diferentes, vai notar como cada um se comporta.

07- Tem gente que usa verniz spray para dar acabamento e proteger, fica a seu critério.

Boa ideia: Use a criatividade e misture materiais. Pequenas peças decorativas de gesso para colar em formatos diversos como flores, borboletas ou geométricos, pedrinhas decorativas de vidro e até materiais para mosaico com diferentes texturas, mas com a mesma espessura deixam seu trabalho diferenciado.

Onde achar: Em lojas de artesanato você encontra peças de cerâmica próprias, mais macias para cortar. É possível também encontrar pacotinhos de pastilhas, assim ninguém vai precisar fazer estoque de revestimento em casa. Se você conhece alguém que está construindo ou reformando, pode pedir um pouco das sobras. Cemitério de azulejos é uma ótima fonte de compras e inspiração.

Pronto! Agora você pode começar a inventar moda e produzir algo legal e com pouco gasto para sua casa ou para presentear!
Para inspirar, outras lindas ideias!!!

mosaico-colorido-01

imagem: artecomcacos

mosaico-escada-01

imagem: dimolina

mosaico-piscina-01

imagem: ibiubi

Ficou inspirada(o)? Faça arte e mande para o blog, venha fazer parte do “Hall da Fama”!

Obrigada pela visita e volte sempre, você é muito bem vinda(o)!

 

Autor
Escrito por

Assuntos Relacionados

Como comentei no editorial de 2016 o mundo DIY, aqui do blog, vai sofrer uma pequena mudança em prol das...

Pensa numa pessoa felizinha, que olha para sua produção DIY e sorri,...

Oi genteeee!!!! Um tempo atrás a Cristiane, super simpática, entrou em contato comigo através da fanpage do blog (clique aqui)...

Pois é, cá estou na labuta do faça você mesmo furando o...

Newsletter

Inscreva-se e receba as postagens no seu e-mail.


Importante: Eu não envio spam!