a-casa-dos-seus-sonhos-515x324

Por onde começar? O primeiro passo você deu quando começou a sonhar, desejou a casa, o jardim, uma linda vista e a tranquilidade da sua família. O que veio depois foi suor e dedicação e se estamos no post de hoje é porque a primeira etapa do trabalho duro já foi e, agora, você tem em mãos a materialização da primeira fase: o terreno.

Se você contratou um profissional para a escolha final do terreno, significa que muito papo sobre seus desejos e outro tanto de cafezinhos já rolou e é com essa sinergia em andamento que as coisas vão deslanchar.

Lembra-se das listas propostas no post “Como escolher o terreno para a casa dos seus sonhos”?(clique aqui para ler) Pois é, o conteúdo delas já é íntimo do casamento cliente x profissional e agora é hora de somar outras tantas informações importantes.

diario-de-obra-470x395
– Estilo: passear pela cidade fotografando o que agrada e surfar pela internet em busca de imagens do que é legal e do que você não gosta ajuda a construir um caminho sobre o estilo da sua casa. Vale lembrar que em algumas situações, o arquiteto foi escolhido justamente pelo seu próprio estilo.

diario-de-obra-563x354
– Entrevistas: tenha quantas forem necessárias para que o profissional fique a par de seus desejos. Alguns se utilizam de questionários para organizar a conversa e não se esquecer de nada, outros preferem apenas o bate papo. O importante é que a cada troca de ideias que parece despretensiosa e comentários soltos podem dar um novo rumo ao projeto ou trazer à tona uma boa solução.

Mas, atenção, para que você não se sinta frustrada(o) ao perceber que nem tudo é possível, é importante ter consciência de que existem diversos limites com os quais o profissional terá que lidar (dimensão do terreno, topografia, leis de zoneamento, recuos, área de ocupação, circulação interna, insolação, ventilação, investimento disponível) e por mais que você deseje determinada solução, em vários momentos terá que fazer escolhas. Por isso, a importância de hierarquizar suas necessidades.

Para entender melhor o processo do projeto é legal conhecer a ordem das coisas e seu conteúdo:

diario-de-obra-504x367

01- Programa de necessidades ou brifing:
É o resultado das conversas, reuniões e entrevistas entre cliente e profissional do qual sairá uma lista de necessidades (programa) e que dará início ao desenvolvimento do projeto. Se o profissional foi contratado depois da compra do terreno, é agora que os dois serão apresentados (profissional e terreno).

diario-de-obra-465x341

02- Estudo preliminar:
Com base no programa de necessidades, o profissional fará um primeiro estudo com plantas e croquis (sem cortes e detalhes) para uma nova conversa. Neste momento, serão discutidas questões como área de ocupação, volumetria, materiais e se o caminho escolhido é o que você imaginava ou se é preciso fazer alterações. Avalie com calma, estude o que foi apresentado e faça perguntas. Ao passar para a próxima etapa é importante ter certeza do que se quer. Alterações posteriores implicarão em tempo extra não computado e mudanças em vários níveis do projeto.

diario-de-obra-490x331

03- Anteprojeto:
Com base na aprovação do estudo preliminar, o projeto evolui e, além da planta revista, serão apresentados os cortes, estudo de cobertura e fachadas. Em alguns casos podem ser fornecidas também maquetes e/ou perspectivas, imagens 3D ou maquetes eletrônicas que devem ser acordadas no contrato, pois podem gerar custos adicionais.
Essa é a etapa em que outros profissionais entram em campo para desenvolver projetos complementares como fundação, estrutura, elétrica e hidráulica.

Mais uma vez, esteja segura(o) do que quer, daqui para frente cada pequena alteração pode acarretar outras tantas em cada nível acima discriminado. Tempo também é investimento e quanto mais alterações, mais retrabalho em projeto e consequentemente na execução, dinheiro que, no final da obra, será computado como fora do orçamento previsto.

diario-de-obra-457x350

04- Projeto Legal:
Plantas e cortes necessários para apresentação e aprovação na prefeitura de acordo com exigências do órgão competente. É através deste documento que haverá comprovação de que recuos, metragens mínimas, aberturas, pé direito, área ocupada e gabarito estão de acordo com o mínimo especificado por lei.

diario-de-obra-447x357

05- Projeto pré- executivo:
Para aprovação de detalhes, acabamentos e materiais antes de iniciar os desenhos finais. Nessa etapa também pode considerar os projetos complementares (geralmente desenvolvidos por especialistas) como TV, som, telefonia, sistema de segurança, automatização, ar condicionado, iluminação e paisagismo. Vale lembrar que todos se interpõem, o planejamento é fundamental. E para um resultado satisfatório e organizado, todos eles devem entrar, cada qual com suas necessidades e exigências, antes do executivo.

diario-de-obra-507x340

06- Projeto executivo:
Incorpora os projetos de hidráulica e elétrica, define paginação de pisos e revestimentos (são os desenhos que definem por onde começa a instalação dos pisos e revestimentos e onde estarão os recortes), texturas, caixilhos, forro, cores e demais detalhamentos necessários para a execução. Juntamente com o memorial descritivo (que aborda o quantitativo) deve ser seguido à risca. Aqui, todos os profissionais comentados no item anterior estão em pleno ajuste final.

Com tantos itens em andamento, ter conhecimento para administrá-los na ordem correta, ou em muitos momentos, simultaneamente, é fator primordial para uma obra organizada, com custos controlados dentro do orçamento e o cronograma em dia.

Não se assuste, mas também não subestime as complexidades de uma obra. Organize-se e dê ouvidos ao profissional ou profissionais envolvidos, eles conhecem as consequências da pressa não planejada e as vantagens da paciência organizada.

Você tem dúvidas? Quer comentar sobre sua experiência com a construção da sua casa? Poste nos comentários!

E para você acompanhar todo o conteúdo do Diário de Obra, abaixo os links:

01- Diário de Obra – Introdução
02- Diário de Obra – Por que contratar um profissional para sua obra?
03- Diário de Obra – Como escolher o profissional para sua obra?
04- Diário de Obra – Como escolher o terreno para a casa dos seus sonhos
05- Diário de Obra – O projeto da casa dos seus sonhos(você está aqui)
06- Diário de Obra – Como ler a planta da sua casa?
07- Diário de Obra – O início da execução
08- Diário de obra – Organize-se e economize – 21 Dicas

Autor
Escrito por

Assuntos Relacionados

Garanto que, quando você decidiu construir a sua casa, aliás, a casa...

Óh dúvida cruel! Você entra na loja e fica sem fôlego ao...

Na postagem anterior do “Diário de Obra”, dei uma pincelada...

Desde que iniciei as postagens para o Diário de Obra, venho me...

Deixe um comentário

Newsletter

Inscreva-se e receba as postagens no seu e-mail.
Cadastre seu e-mail:

Importante: Eu não envio spam!